Ensine seu filho a perder em 5 passos

5 passos para ensinar seus filhos a serem bons perdedores

“Você organiza toda a mesa, monta o jogo e começam então a partida. Quinze minutos depois seu filho percebe que a situação dele no jogo não anda muito bem e ele simplesmente resolve levantar e ir embora…”

Quem já passou pela situação acima? Bom, se você tem filhos e ainda não vivenciou isso é provável que vá enfrentar tal momento na sua caminhada como mãe ou pai.

Tendo em vista que perder nunca é agradável (ninguém gosta muito afinal) é fundamental que você ensine aos seus pequenos (ou não tão pequenos assim) a perder, e perder da maneira correta, demonstrando atitudes e um comportamento consistente tanto na vitória quanto na derrota.

Afinal, todos nós enfrentamos derrotas quase que diariamente, sejam pequenas ou grandes, então desenvolver uma atitude sadia ante às derrotas é essencial.

E para desenvolvermos isso vamos pensar em 5 passos para ensinar seu filho a ser um bom perdedor.

Seja um bom exemplo

Carta de doces nível fácil e difícil do jogo infantil Bolachas

Você está jogando com eles Bolachas e a cada item que você encontra antes deles você faz aquela festa. Ou quando você perde faz caras e bicos. Entenda que a primeira pessoa que precisa lidar bem com as derrotas é você! Você precisa estabelecer um bom comportamento e agir assim na prática antes de incentivar seus filhos a lidarem bem com as derrotas.

Ser um modelo nas vitórias e nas derrotas, é o primeiro passo para que seus filhos comecem a lidar com as derrotas de uma maneira adequada. Nem sempre é fácil mas é um passo muito importante!

Incentive os esforços deles

Faça boas trocas no jogo CATAN

Sabe, o que você mais incentivar será o que mais será buscado pelas crianças! Se você incentivar o esforço, trabalho duro e boas atitudes independente do resultado esses elementos começarão naturalmente a fazer parte do pensamento das crianças.

Se durante uma partida de CATAN; por exemplo; você elogiar a generosidade da sua filha ao ceder um recurso que o irmão estava com muita dificuldade em obter, ou o grande esforço dela para construir uma cidade (mesmo sabendo que a localização não era das melhores) você começa a mostrar para eles que não é apenas a vitória que é valorizada, mas a maneira como eles reagiram às situações que foram aparecendo e como lidaram bem com as dificuldades durante o jogo, que isso também foi muito importante.

O que você valoriza é o que será buscado por eles, lembre-se disso!

Não deixe seus filhos vencerem

Para evitar situações complicadas (e ter que lidar com elas) alguns pais preferem deixar

Tabuleiro dobrável para encontrar borboletas em Flap-Flap
as crianças vencerem sempre. Jogando Flap-Flap, você pode fingir que não encontrou a combinação certa só para eles vencerem.

Embora pareça benéfico no curto prazo, no médio prazo seus filhos não desenvolverão a capacidade de lidar com as derrotas, e pior, não aprenderam isso dentro de casa!

Você não precisa ser extremamente competitivo, mas não deixe que eles simplesmente vençam para não precisarem lidar com a derrota. Isso só reforçará a percepção deles de que nunca devem perder.

Ensine-os a lidarem com seus sentimentos e dos outros

Quando você não lida com seu filho que resolve sair no meio da partida porque está perdendo você mostra que o compromisso que ele fez com os demais jogadores está abaixo do que ele sente no momento.

Ele precisa aprender a lidar com as frustrações, e que não existe problema em ficar chateado de vez em quando, mas a atitude é importante, tanto para ele quanto para os demais jogadores.

Recolha os animais no jogo de tabuleiro Dogs

Imponha limites e restrições, se ele resolver deixar a partida no meio ele será penalizado.

Ela não está conseguindo os cachorros que deseja no Dogs e depois de algumas rodadas resolve abandonar a mesa?

Algumas vezes é melhor ela terminar a partida meio carrancuda e de mau humor para entender que existem outras pessoas que devem ser consideradas também.

Lembre-se: Jogar com as crianças muitas vezes é mais do que jogar, é um momento de ensinar algumas lições importantes, então não fique com receio de “estragar” a partida.

Melhor uma partida “estragada” do que perder uma oportunidade de ensina-los a lidar com as frustrações de maneira adequada.

Pratique a vitória generosa

Normalmente os maus perdedores não são bons vencedores. Aquele que chora, reclama e resmunga quando perde geralmente é aquele que faz uma super festa e debocha de todos quando vence.

Crianças jogando jogo de tabuleiro

Sendo assim é fundamental que a criançada aprenda a valorizar a vitória de maneira adequada também. Palavras e gestos de apreço pelos oponentes, como “boa partida” são bons incentivos.

Uma regra que temos aqui em casa para ensinar esse princípio é: “O vencedor guarda o jogo”, mostrando que a vitória no jogo não significa superioridade sobre os demais, e que o vencedor da partida deve mostrar generosidade, guardando todo o jogo, fazendo assim uma “gentileza” para os demais.

Gostou das nossas sugestões? Você também tem alguma dica para ensina-los a serem bons perdedores? Deixe seu comentário e sua curtida!

Quero ler mais artigos sobre jogos de tabuleiro no

Facebook,   Pinterest,   InstagramBLOG  e  Ludopedia

 

Um comentário

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s