O centro da cidade e os moinhos no jogo de tabuleiro Seeland

Tulipas e moinhos em Seeland!

Jogo de tabuleiro Seeland

Assuma o papel de um rico comerciante no século 17 que está se juntando a uma corajosa empreitada: Construir moinhos em uma região alagada para faze-la prosperar, juntamente com seu comércio em Seeland.

Um jogo para 2 a 4 jogadores com duração de 30 a 40 minutos e muita estratégia para construir bem e prosperar!

Como se joga Seeland?

Em Seeland, do famoso designer Wolfgang Krammer, cada jogador tem o objetivo de construir os melhores moinhos, cercando-os de repolhos, tulipas e couves. Vence o jogador que pontuar mais ao final da partida.

O jogo é simples: Cada jogador recebe seus moinhos e deve gastar seu dinheiro para comprar e construir moinhos ou plantar.

O dinheiro utiliza uma trilha compartilhada,  onde os jogadores avançam por ela, gastando seu dinheiro, que são moedas. Entretanto como a trilha é compartilhada as moedas só avançam quando são liberadas.

img-20190917-wa0029-1647722364.jpg

Esse sistema para gestão do dinheiro deixa o jogo interessante, pois posso controlar quantas moedas eu vou gastar para impedir que meu adversário tenha moedas suficientes para pegar peças que me interessam no mercado.

No exemplo abaixo, no círculo das moedas, o jogador LARANJA tem 3 moedas à sua frente, o que significa que ele pode mover o mercador (peça ao centro, onde encontram-se as mercadorias) 4 espaços, pois o primeiro é sempre gratuito. Já o jogador MARROM poderia movimentar o mesmo mercador apenas 3 espaços.

Mercado de compras no jogo de tabuleiro Seeland

No mercado existem dois tipos de peça que o jogador vai adquirir: Moinhos para construir ou sementes para plantar.

Caso o jogador pegue uma peça de moinho ele deve coloca-la no tabuleiro, em uma área livre (existem algumas regras para colocação). Em seguida ele decide se quer aquele moinho para ele. Caso sim, ele coloca então em cima desse moinho uma das suas peças de moinho, indicando que aquele moinho é seu.

Caso o jogador pegue uma peça de semente, ele deve coloca-la junto a um dos seus moinhos.

Cada moinho que você possuir que for completamente cercado deve ser pontuado. Para isso soma-se o valor das peças que estão ao redor dele. Se o jogador cercou o moinho com os três tipos de sementes existentes ele recebe um bônus por isso.

Após determinar a pontuação ele avança seu marcador na trilha de pontuação, e a partida termina quando terminarem as peças disponíveis para compra no mercado, vencendo que tiver mais pontos.

Acessibilidade

O jogo não tem uma dependência direta das cores, pois todas as peças são abertas, e os demais jogadores podem auxiliar em caso de dificuldades. Também não existe uma manipulação de peças, sendo um jogo bem acessível.

Dá para jogar com crianças?

Depende, pois o tema não é dos mais atraentes, embora o jogo seja simples de entender. É possível também jogar de uma maneira mais tranquila ou agressiva, tentando bloquear os demais jogadores no mercado, por exemplo, sendo necessário jogar de acordo com a faixa etária dos jogadores mirins.

O que achamos do Seeland?

Um jogo muito divertido com um tema bem diferente, mas que agrada pelas possibilidades de manipular as escolhas dos demais jogadores no mercado que influenciam no que cada jogador pode construir e plantar.

Existem também alguns aspectos interessantes, como um tabuleiro com dois lados, onde um lado tem todos os elementos, como moinhos e sementes já revelados, possibilitando uma partida mais estratégica.

O centro da cidade e os moinhos no jogo de tabuleiro Seeland

Além disso ainda é possível jogar com a opção dos governadores, que permite que os moinhos tenham um valor mais flexível, e também com a possibilidade de marcação das maiores pontuações de moinho, o que dará um bônus no final da partida, ou seja é possível jogar partidas mais simples ou adicionar alguns elementos para deixar o jogo um pouquinho mais estratégico.

Pontos positivos:

  • Um tema interessante e uma bela produção
  • Um sistema diferente do controle do dinheiro, que influencia diretamente na partida e na escolha dos jogadores
  • Diversos elementos que podem ser adicionados ou retirados para deixar o jogo mais simples ou mais estratégico (como os governadores e o tabuleiro de dois lados)

Pontos de atenção:

  • O jogo pode ter uma interação entre os jogadores que não agrada quem não gosta de interações muito diretas.
  • É um jogo relativamente leve e simples, que não vai agradar quem procura jogos mais complexos.

Seeland é um jogo relativamente pouco conhecido, mas de um grande designer, autor do Tikal, Mexica e El Grande, simples, porém, elegante, tem um bom nível de interação entre os jogadores, permitindo inclusive muitas encrencas, pois você pode preparar uma área para colocar um moinho e de repente vem alguém e o faz antes de você de maneira deliberada.

Áreas alagadas no jogo de tabuleiro Seeland

É um daqueles jogos sem grande divulgação, mas que provavelmente terá um lugar na sua coleção se você o experimentar, pela sua simplicidade além do tema agradável e diferente, possibilitando estratégias e decisões interessantes para tomar ao longo da partida.

E o manual do jogo inclusive traz um pouco do contexto histórico que inspirou o jogo, mostrando como as ações e decisões do jogadores estão atreladas com a história, muito interessante e relevante!

Que tal construir uns moinhos e plantar umas tulipas?

Quer ler mais análises sobre jogos de tabuleiro como essa?

Visite nosso FacebookPinterest,   InstagramBLOG  e  Ludopedia

 

3 comentários

Deixe uma resposta para The Meeple in the Middle Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s